A importância do Plano de Negócios em Portugal

Business Plan

A intuição não é prova de uma boa ou má ideia de negócio. É apenas intuição e é meramente subjetiva. Já um plano de negócios é uma ferramenta de gestão objetiva e clara que permite avaliar, mitigar riscos e projetar o grau de sucesso de uma ideia de negócio, independente do estágio dessa ideia. Ou seja, o plano de negócios é útil quer no lançamento, quer na expansão de um negócio. Inclusive, é útil só pelo simples facto de ajudar a fortalecer um negócio já existente.

O grande objetivo do plano de negócios é prever a sustentabilidade (ou inviabilidade) de um negócio, analisando todos os fatores que o influenciam direta ou indiretamente. A partir dessa análise, o plano de negócios passa para uma fase de projeção, onde traça a estratégia futura da empresa, rumo ao sucesso financeiro e sustentabilidade.

1# A realidade portuguesa, a resiliência financeira e a importância do plano de negócios

Plano de Negocios Portugal

Em Portugal, temos um tecido empresarial composto maioritariamente por micro, pequenas e médias empresas. De facto, 99,9% das empresas no nosso país são PMEs. Se olharmos para a resiliência financeira de algumas destas tipologias encontramos valores abaixo ou pouco acima dos 50%. Nas microempresas, por exemplo, a sua percentagem de resiliência financeira é de apenas 42%

Infelizmente, o que acontece com alguma frequência é essas empresas falharem não por terem uma má ideia, mas sim por não estarem preparadas para lidar com os vários riscos inerentes à atividade e ao mercado. Muitas dessas empresas nunca elaboraram um plano de negócios. Muitos dos empreendedores não têm paciência para o planeamento e avançam a todo o vapor tendo olhado apenas para um ou outro aspeto do negócio.

Num artigo publicado pela Marlene Tinoco, CEO e Founder da Lisboa Investments, foram identificados 4 problemas que o plano de negócios ajuda a evitar e que vão muito ao encontro da realidade portuguesa:

  • evita riscos desnecessários;
  • evita a perda de tempo e dinheiro;
  • diminui as dificuldades na obtenção de financiamento;
  • diminui as falhas de comunicação entre os intervenientes do negócio;

Importancia do Plano de Negocios

Sendo assim, quais sãos os pontos que um plano de negócios deve ter para ser implementado em Portugal?

Para responder a esta questão da forma mais universal e clara possível, indicamos abaixo o que um plano de negócios deve conter:

  • Sumário executivo;
  • Breve histórico da ideia e experiência dos promotores;
  • Dimensão e indicadores do mercado onde se vai atuar;
  • O produto/ideia de negócio;
  • Segmentação de clientes e posicionamento;
  • Estratégia;
  • Modelo de negócio;
  • Promoção e canais de distribuição;
  • Investimento necessário;
  • Projeções e demonstrações financeiras

A reter

Uma boa ideia é tão boa quanto a sua sustentabilidade económica e financeira a longo prazo. E a ferramenta que atesta essa sustentabilidade e lhe mostra o caminho é o plano de negócios. Se precisar de ajuda com a elaboração deste plano de negócios, pode contar com o expertise da Lisboa Investments. Entre em contacto connosco aqui.

Business Plan

2# A aceleração de negócios

A aceleração de negócios é um dos “truques” aos quais muitas startups recorrem para se lançarem no mercado mais rapidamente. Esta aceleração conta sempre com a ajuda de um mentor, capaz de trazer a sua experiência e rede de contactos para facilitar a implementação dessa startup.

Quando se “acelera” uma startup deverá ter em conta essa influência no plano de negócios. As novas fontes de financiamento e os timings que esta aceleração trazem influenciam diretamente a posição da startup no mercado e os compromissos financeiros com os credores. Sendo assim, o plano de negócios deve ser desenhado e/ou adaptado para esta realidade, permitindo uma visão clara do caminho que a startup tem a percorrer.

Citando a Marlene Tinoco, o “plano de negócios é um instrumento dinâmico que pode e deve ser atualizado e incrementado ao longo da vida da empresa.” Seja na abertura, na aceleração ou na expansão de um negócio. Cada etapa diferente de uma empresa deve ser acompanhada por uma atualização ao plano de negócios.

Se quer acelerar o seu negócio, conte com o serviço de aceleração e mentoring da Lisboa Investments. Entre em contacto connosco.

 3# Obtenção de financiamento bancário e/ou capital de risco

O financiamento bancário e o capital de risco são duas das principais ferramentas de financiamento que um empreendedor pode recorrer no nosso país. E para que possa apresentar a sua candidatura a uma destas vias de financiamento, precisa de ter um plano de negócios bem delineado.

Por exemplo, no caso do financiamento bancário, o banco que providencia o crédito precisa de ter garantias quanto às condições da sua empresa, quanto à sua viabilidade e saúde financeira. Ora, um dos documentos que melhor comprova estes pontos é o plano de negócios, onde o banco possa verificar que a sua estratégia de crescimento está devidamente fundamentada.

Já no caso do capital de risco, como indica o IAPMEI, o acesso a este instrumento financeiro é feito através da apresentação de um plano de negócios que deverá comprovar a credibilidade e potencial do projeto.

Se procura um instrumento financeiro para apoiar o seu projeto, conte com nosso expertise para o ajudar a acelerar este processo e obter as melhores condições. Consulte os serviços da Lisboa Investments aqui.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *